logo-wgy

PLANO DE RECUPERAÇÃO E RESILIÊNCIA

Internacionalização via E-commerce

OBJETIVO

Inserido no Plano de Recuperação e Resiliência, o programa Internacionalização via E-commerce visa apoiar o desenvolvimento de serviços de suporte aos processos de internacionalização das PME através do comércio eletrónico.

REFERÊNCIA LEGISLATIVA

INTERNACIONALIZAÇÃO VIA E-COMMERCE AVISO N.º 08/C16-i02/2022

CONCURSO

Adjudicação por ordem de chegada com toda a documentação

ORÇAMENTO

4,5 milhões de euros

BENEFICIÁRIOS

 São elegíveis no âmbito deste aviso as PME, de qualquer natureza ou forma jurídica, localizadas em todo o território nacional, incluindo as regiões autónomas da Madeira e dos Açores.

PRAZO

Candidaturas abertas até ao esgotamento da dotação orçamental de 4,5 milhões de euros, sem prejuízo de poder existir reforço orçamental.

CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADE

As empresas devem reunir as seguintes condições de elegibilidade para acesso ao incentivo Internacionalização via E-commercSituação regularizada perante a Segurança Social e a Autoridade Tributária;

  • Possuir, ou poder assegurar, os meios técnicos, físicos e financeiros e os recursos humanos necessários ao desenvolvimento do projeto;
  • Obter uma pontuação final superior a 20 pontos no Diagnóstico E-commerce, desenvolvido pela AICEP;
  • Possuir situação líquida positiva;
  • Demonstrar ter capacidade de financiamento do projeto.

CONDIÇÕES DO APOIO

Os apoios a conceder no âmbito do apoio Internacionalização via E-commerce revestem a forma de incentivo não reembolsável, com uma taxa de apoio de 50% com os limiares mínimos e máximos de despesa elegível de: 

  • 10 mil euros e 25 mil euros, para projetos enquadrados na tipologia “Novas Exportadoras”; 
  • 25 mil euros e 85 mil euros, para projetos enquadrados na tipologia “Mais Mercados”. 

Novas Exportadoras: PME que tenham obtido uma pontuação final igual ou superior a 20 pontos e inferior a 75 pontos no Diagnóstico E-Commerce.

 Mais Mercados: PME que tenham obtido uma pontuação final igual ou superior a 75 pontos no Diagnóstico E-Commerce.

DESPESAS ELEGÍVEIS

No programa Internacionalização via E-commerce, são consideradas elegíveis as despesas:

  • Aquisições de equipamentos e software diretamente relacionado com a implementação do projeto;
  • Aquisição de serviços a terceiros:
  • Desenho e implementação de estratégias aplicadas a canais digitais para gestão de mercados, canais, produtos ou segmentos de cliente;
  • User-Centered Design (UX);
  • Desenho, implementação, otimização de plataformas de Web Content Management (WCM), Campaign Management, Customer Relationship Management e E-commerce;
  • Criação de lojas próprias online, inscrição e otimização da presença em marketplaces eletrónicos, incluindo despesas de subscrição e fees;
  • Search Engine Optimization (SEO) e Search Engine Advertising (SEA);
  • Social Media Marketing;
  • Content Marketing;
  • Display Advertising;
  • Mobile Marketing;
  • Business Intelligence e Web Analytics
  • Custos com pessoal técnico afeto à implementação do projeto.

Esta informação é fornecida por Resoluciona, uma consultora especializada em ajuda pública no sector do turismo, que está à sua disposição para qualquer aconselhamento que necessite.